O que Fazer em Itaipava, RJ

Dona de uma incrível reserva ambiental de mais de 20 mil hectares de área, tendo ainda acesso ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, cenário de filmes e novelas brasileiras.

Região repleta de hotéis excelentes, pousadas, spas de luxo, restaurantes sofisticados, resorts serranos e casas noturnas badaladas dentre muitas outras atrações, Itaipava é um destino muito badalado entre os amantes de um bom agito.

O clima agradável chama a atenção a ponto de nem parecer estar a apenas 2 horas da cidade do Rio, famosa por conter um sol escaldante.

Essa é Itaipava, um distrito muito conhecido entre as celebridades de todo o brasil, não apenas cariocas.

Porém, não se assuste, não é necessário ter os bolsos recheados de dinheiro para conhecer esse destino encantador.

Neste artigo, queremos te apresentar o que há de melhor e o que fazer em Itaipava, RJ, dicas turísticas, como chegar, onde se hospedar e os melhores passeios para apreciar esse badalado distrito.

Como Chegar em Itaipava

De fato, o alto volume de visitantes justifica a boa localização do distrito principalmente em fins de semana, feriados e férias escolares, Itaipava acaba por ser bem próxima da capital, a distância entre o distrito e a cidade maravilhosa é de apenas 2 horas, algo próximo de 68 KM.

A Rota mais prática e rápida para visitar Itaipava é pelos ares, voar até o Rio de Janeiro e concluir o percurso por terra, de carro ou ônibus pode ser a melhor opção, exceto claro se você for do tipo “Motor Homer” e curta executar todo o trajeto de carro.

Depois de estar em solo carioca você poderá chegar até o distrito pela rodovia BR-040.

De ônibus, a viação Águia Branca faz o trajeto diariamente, com passagens entre R$ 44,00 e R$ 55,00 por pessoa.

Uma viagem sem surpresas financeiras desagradáveis começa por uma boa pesquisa sobre o trajeto, uma dica é utilizar comparadores de preço e apps para encontrar as melhores passagens pelo melhor preço, sempre de acordo com seu bolso.

Faça uma cotação e descubra que conhecer a região serrana do Rio pode ser mais barato do que parece, mesmo sendo muito badalado o destino acolhe a todos, dos mais esbanjadores ao mais economistas.

Onde se Hospedar

Como dissemos, o distrito possui incríveis hotéis e resorts, e todos nós sabemos o quanto uma boa estadia influencia no desenrolar de uma boa viagem, sabendo disso, é bom analisar com calma cada opção antes de reservar sua estada.

Quem quer economizar um pouco mais com hospedagem pode ficar perto do centro do distrito, em estabelecimentos mais básicos como o Hotel Granja Brasil ou o Hotel Capim Limão, que não são ruins ou bagunçados, muito pelo contrário, oferecem uma ótima estadia com ausência de alguns luxos que justificam os preços mais baixos.

Agora se você é daqueles que gosta de desfrutar de um ambiente mais serrano e mais próximo da natureza, é melhor optar pela Pousada Paraíso ou pelo Bomtempo Resort.

Pousada Le Roche

Pousada Le Roche

Já se você busca por pousadas, Tankamana e a Pousada Le Roche são boas opções para você, inclusive se o propósito da sua viagem é um propósito mais romântico.

Tem também o icônico Castelo de Itaipava, sede de um dos resorts mais luxuosos da região e aqui você terá que preparar o bolso, pois as diárias costumam ter um preço mais elevado podendo alcançar os R$ 407,53 Reais na Suíte Master do Cavaleiro Real.

10 Passeios que Você Precisa Fazer em Itaipava, RJ

1 – O Castelo de Itaipava

Por que não começar pelo Castelo de Itaipava?

Ele é “só” o único castelo em estilo medieval de toda a América Latina, sim você leu corretamente, o único da América Latina, onde funciona um luxuoso resort já dá pra imaginar o quão gostoso deve ser passar em resort desse, ele por si só já é uma atração por conta própria.

A construção foi concluída em 1920, concebida para ser uma réplica perfeita de um castelo medieval com influências normandas.

Ele é especial desde a sua fundação pois todos os materiais de construção do castelo foram importados da Europa:

Desde os blocos de pedra talhados por artesãos de Portugal, até os pisos em mármore carrara italiano, isso sem falar nas ferragens da Inglaterra, vitrais austríacos, e esculturas realmente incríveis dentre tantas outras coisas.

Mas se você não pode pagar pelas diárias no hotel que funciona no local, não precisa se preocupar.

A parte externa do castelo está aberta à visitação diariamente, das 9h às 18h.

Para visitar o local, porém, é preciso fazer o agendamento com antecedência, inclusive as diárias, você pode fazer pela internet.

2 – Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Criado por volta de 1930 para proteger mais de 20 mil hectares de mata nativa do complexo da Serra do Mar, que se expande do Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul.

O parque fica aberto para visitação todos os dias, das 6h às 22h e as entradas custam entre R$ 42,00 e R$ 67,00.

Em sua estadia na belíssima Itaipava é quase obrigatório conhecer o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, carinhosamente apelidado de Parnaso, onde estão muitas trilhas e cachoeiras.

A reserva ambiental abrange várias cidades da região serrana do Rio, como Petrópolis, Magé, Teresópolis e Guapimirim, e pode ser visitada a na portaria do bairro Corrêas, em Itaipava.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

Parque Nacional da Serra dos Órgãos

No parque os visitantes podem desfrutar de atividades de escalada, rapel e arvorismo, além de visitar os poços do Castelo, dois Irmãos, Ducha, Caninana, Preguiça, entre outros.

Como já percebeu, as atrações para os amantes de uma boa aventura são inúmeras e não param por aqui.

Ainda existem as trilhas que estão divididas entre diferentes níveis de dificuldade, como a Travessia Petrópolis-Teresópolis, a Trilha das Ruínas, a Trilha Cartão-Postal e a Trilha Castelo do Açu.

E ainda conta com hospedagem dentro do parque, em áreas de camping ou quartos compartilhados e você ainda pode alugar barracas no parque.

Para visitar um dos principais atrativos turísticos de Itaipava, RJ é necessário comprar o ingresso antecipadamente, pela internet.

3 – Parque Municipal de Itaipava

Precisa descansar em meio a natureza?

Simplesmente sentir a brisa batendo nas arvores, ou até fazer um piquenique em meio a uma bela natureza?

Pois bem, esse é o lugar perfeito para isso.

E como todo bom piquenique é importante você levar seus próprios alimentos, comes e bebes, até porque o parque não conta com uma infraestrutura muito grande, pelo contrário, você provavelmente só vai encontrar uma simples cantina.

O parque conta com 150 mil m² e é sede de grandes shows, eventos culturais, festas populares, além de abrigar uma capela, sala de exposições, biblioteca, espaço verde para a prática de atividades esportivas, como caminhadas, escaladas, pedaladas, entre outras atividades, inclusive se você gosta de pedalar, lá você poderá alugar bicicletas.

O horário de funcionamento do parque é de segunda a sexta, das 7h às 18h, com entrada gratuita.

E para chegar lá é só pegar a estrada da União e Indústria, e entrar na altura do número 10.000.

4 – Feirinha de Itaipava

Já se você é um amante da moda e não pode ir embora sem levar um tecido local, a Feirinha de Itaipava é um dos mais importantes polos de moda da região serrana do Rio de Janeiro.

Feirinha de Itaipava

Foto: Feirinha de Itaipava por Sou Petrópolis

Lá você poderá comprar desde calçados, bolsas e itens de moda feminina, masculina até moda infantil e muito mais por preços bem atrativos que com certeza não vão te deixar sair de mãos vazias.

Produtores locais e nacionais ocupam mais de 400 estandes, com funcionamento de sexta a domingo e em feriados, entre as 10h e 19h, na BR-040, altura do KM 63.

5 – Visitar a Cachoeira da Macumba

Nós já fizemos um artigo sobre como chegar na cachoeira da macumba, lá você vai encontrar tudo que existe de atração nesse belo destino.

Essa linda cachoeira fica entre Itaipava e Teresópolis, na serra que dá acesso à Teresópolis e fica próximo do centro de Itaipava.

São mais ou menos 13 quilômetros desde a entrada da serra.

Cachoeira da Macumba

Logo na entrada você vai encontrar um estacionamento, logo a frente você vai encontrar uma trilha bem leve, algo próximo de 5 minutos, até chegar na parte baixa da cachoeira.

Dentre as dicas que damos no post da cachoeira deixas listado a importância do horário pois geralmente a cachoeira tem ficado bem cheio, então é melhor evitar ir muito tarde.

Também é importante você levar sacolas para guardar qualquer tipo de lixo que tenha produzido.

6 – Apreciar o Pôr do Sol no Mirante da Serra de Teresópolis

Há um mirante, chamado Mirante da Serra, que é um espaço amplo e aberto e tem barracas vendendo água, tem também lugar para estacionar o que facilita muito a vida dos turistas.

Mirante da Serra de Teresópolis

Foto: Instagram @calicewerdan

Lá o visual é extremamente aconchegante, o céu muda muito de cor durante o show, o que torna o lugar cada minuto mais estonteante.

Uma boa dica de roteiro aqui é juntar a ida para a cachoeira da macumba com esse lindo pôr do sol no mirante.

7 – Jantar em um dos Deliciosos Restaurantes da Região

Bons restaurantes são o carro chefe de Itaipava, ainda mais se você for no inverno, desde fondue até massas, tudo de melhor qualidade.

No Itaipava Shopping é possível comer uma fondue divino.

Clube do Filet

Clube do Filet

Já se você quer apostar nos restaurantes mais tradicionais, Farfarello, Clube do Filet, Maria Maria e Perugino são ótimas pedidas.

Dos clássicos da região com qualidade, você encontra o Nikko Sushi, eleita a melhor comida japonesa de Itaipava.

Aproveite!

8 – Tomar um Café ou Vinho no Bendito Armazém

Localizado na Estrada da União e Indústria, nº 10216 e funcionando de segunda a quarta: 09h às 20h, quinta a sábado: 09h às 22h e domingo 9h às 21h.

Você irá encontrar o Bendito Armazém, lá está um aconchegante ambiente com mesas do lado de fora na brisa gostosa de Itaipava, muitas plantas naturalizando o lugar e até mantas para cobrir as pernas nos dias frios, tamanho o aconchego e excelência desse lugar para com seus visitantes.

Bendito Armazém

Foto: Bendito Armazém / Revista deBordo

No cardápio estão desde cafés variados, sanduíches e até tábua de queijos para você tomar com um vinho em um clima mais romântico.

Além disso, o local ainda conta com uma delicatessen municiada com diversos produtos locais e até outros importados.

Vale muito a pena comprar umas lembrancinhas de recordação ali e se esquentar do frio serrano.

9 – Conhecer os Shoppings da Região

Os shoppings de Itaipava não são nada luxuosos ou coisa do tipo, na verdade trazem um ar bem rústico para o lugar, mas não o subestime, ele pode te surpreender muito ao entregar ofertas de cair o queixo.

Shopping Vilarejo

Foto: Shopping Vilarejo por World Orgs

O shopping mais visitado do momento é o Itaipava Shopping, tem também o Shopping Vilarejo que já foi muito mais visitado e badalado.

Porém, infelizmente hoje já não é muito lembrado, ainda sim a arquitetura é muito bonita, com muitos espaços ao ar livre, lojas e restaurantes clássicos do local.

10 – Visitar La Grande Vallée, o Museu do Pequeno Príncipe

Localizado na Estrada do Ribeirão Grande, número 102, você vai poder visitar esse lindo Museu que vai impactar principalmente os apreciadores do autor de Pequeno Principe, uma casa em Itaipava onde você pode ver de perto os maiores acervos do autor do conhecido livro.

La Grande Vallée, o Museu do Pequeno Príncipe

Foto: Marcelo de Jesus / Agência O Globo

É possível contratar, um belo passeio guiado pelo sítio de La Grande Vallée, que promove a preservação da memória dos aviadores franceses na região.

Mas lembre-se de agendar seu passeio com antecedência para não ter surpresas desagradáveis.

Petrópolis foi por muito tempo refúgio de pilotos franceses que fizeram as primeiras rotas entre Brasil e França.

E um deles era Marcel Reine, que resolveu fazer de Itaipava a sua morada lugar de festanças e dentre os jovens que ele convidava para dar festas em sua casa estava o jovem Antoine de Saint-Exupéry, autor do clássico “O pequeno príncipe”.

Conclusão

Como pôde perceber, esse belo distrito é extremamente turístico e agradável, desde restaurantes até parques e museu, você encontra de tudo em Itaipava, RJ.

Se você tinha alguma dúvida a respeito desse passeio, espero que esteja encorajado a comprar sua passagem e formar memórias nesse belo e badalado destino!

Veja também: